Teste

123

7 de outubro 2020



DESAFIOS GENÉRICOS DA SAÚDE


A conferência “Desafios Genéricos da Saúde”, uma parceria entre a APOGEN e o Expresso, inserida no projeto “Repensar a Saúde”, tem como objetivo debater o atual contexto dos medicamentos genéricos e o seu impacto na saúde, sociedade e economia.


Em período de pandemia, é prioritário refletir a relevância da acessibilidade dos portugueses à saúde, através destas soluções terapêuticas, tendo em conta os atuais constrangimentos financeiros e as incertezas sobre o futuro. Perante o potencial destas respostas terapêuticas, na criação de maior valor, bem como na alocação de mais recursos ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), nos últimos anos tem-se assistido a uma estagnação da quota de mercado dos medicamentos genéricos. Dados recentes indicam que a realidade portuguesa, na adoção destas tecnologias em saúde, está abaixo da média quando comparada com os restantes países europeus. Considerando que, no caso nacional, as despesas das famílias, em relação à saúde, são das mais altas na Europa, o crescimento da quota dos medicamentos genéricos representa uma oportunidade em crescimento, já que a sua elevada adesão espelha um importante indicador de desenvolvimento social.


Face às atuais oportunidades de crescimento dos medicamentos genéricos, baseadas num estudo de perceção junto de utentes, médicos de família e farmacêuticos, desenvolvido pela Gfk Metris para a APOGEN, esta conferência pretende debater publicamente o estado da nação e os desafios gerais e futuros do setor farmacêutico ao nível do acesso universal da saúde, através dos medicamentos genéricos. Com a presença de várias personalidades serão igualmente discutidos modelos de colaboração e soluções globais, entre stakeholders da saúde, que contribuam para continuar a gerar maior e melhor valor, qualidade e sustentabilidade das famílias portuguesas e do SNS.


OS MEDICAMENTOS GENÉRICOS

CONTRIBUEM PARA A SUSTENTABILIDADE DO SNS E DAS FAMÍLIAS


Os medicamentos genéricos garantem o acesso a tratamentos de elevada qualidade, segurança e eficácia para os utentes, contribuindo para o bem-estar da população. O investimento nestas soluções permite alocar mais recursos ao SNS, criar mais postos de trabalho e contribuir para a economia portuguesa através das exportações e de um maior equilíbrio da balança comercial do medicamento. Deste modo, os medicamentos genéricos são uma solução que gera maior sustentabilidade e eficiência financeira ao SNS e às famílias portuguesas, já que criam importantes mais-valias e facilitam uma gestão equilibrada dos recursos existentes.



OS MEDICAMENTOS GENÉRICOS

GERAM VALOR


Os medicamentos genéricos criam valor económico em três áreas principais:


  • aumentam a oferta dos medicamentos, ou seja, contribuem para um mercado mais competitivo; 

  • apoiam a sustentabilidade do orçamento e sistema de saúde, já que reduzem a pressão sobre o financiamento disponível a nível público e privado; 

  • geram novos empregos, nomeadamente investigação, desenvolvimento, manufatura e oportunidades de investimento, através das quais originam um impacto macroeconómico positivo.


O PROGRAMA DO EVENTO

// SIC NOTÍCIAS // /OUT2021




09:45

WELCOME COFFEE



10:00

BOAS-VINDAS


IMPRESA




10:05

BOAS-VINDAS


MARIA DO CARMO NEVES, Presidente da Direção da APOGEN



10:10

KEYNOTE SPEAKER - ESTUDO DE PERCEÇÃO DOS MEDICAMENTOS GENÉRICOS


ANTÓNIO GOMES, Diretor geral da GFK



10:25

PAINEL DE DEBATE - ANÁLISE E COMENTÁRIOS AOS RESULTADOS DO ESTUDO


LUÍS MENDÃO, Presidente do G.A.T.

SUSANA VARGAS, em representação do Bastonário da Ordem dos Médicos

LUÍS LOURENÇO, em representação da Bastonária da Ordem dos Farmacêuticos





11:00

COFFEE BREAK



11:05

PAINEL DE DEBATE - OS MEDICAMENTOS GENÉRICOS NO CUMPRIMENTO DA ESTRATÉGIA EUROPEIA - AVAILABILITY, ACCESSIBILITY AND AFFORDABILITY OF MEDICINES


RUI SANTOS IVO, Presidente do Infarmed

ANTÓNIO VAZ CARNEIRO, Presidente do Conselho Científico do Instituto de Saúde Baseada na Evidência

EMA PAULINO, Presidente da Associação Nacional das Farmácias

DIOGO GONÇALVES, Nudge Portugal




11:50

ENCERRAMENTO


DIOGO SERRA LOPES, Secretário de Estado da Saúde


APRESENTAÇÃO DO ESTUDO Gfk


RECOMENDAÇÕES



1.  Promover a literacia em saúde junto das pessoas, das comunidades e das organizações através de:

  • Estudos e ferramentas para que os profissionais de saúde possam promover a literacia sobre medicamentos genéricos;

  • Integrar nos programas curriculares dos cursos de medicina e ciências farmacêuticas conhecimento sobre os medicamentos genéricos.

  • Campanhas e intervenções temáticas para a população sobre medicamentos genéricos;

  • Reforçar a confiança e o papel transversal do sistema regulatório europeu e nacional na aprovação de medicamentos inovadores e medicamentos off-patent.

2.  Avaliar as normas de orientação clínica e algoritmos de suporte à decisão clínica logo que um medicamento genérico esteja disponível e promover a sua adoção, sempre que se justifique do ponto de vista terapêutico, melhorando os resultados para o doente e/ou promovendo ganhos de eficiência para o sistema de saúde, nomeadamente para o SNS.

3.  Adequar os sistemas de incentivos para uma maior adoção de medicamentos genéricos.



NEWSROOM

COPYRIGHT 2020 APOGEN

DEVELOPED BY LARANJA ZEN